Regina Duarte analisa convite para assumir a Secretaria Especial de Cultura


A atriz Regina Duarte pode se tornar a nova secretária de Cultura – cargo que até o final do governo de Michel Temer era de Ministro da Cultura. Ele foi convidada nesta segunda-feira, 20, pelo presidente Jair Bolsonaro durante encontro no Rio de Janeiro (RJ) para assumir o cargo. Mas ainda não respondeu definitivamente se ocupará a função.

Conforme o site estatal de notícias Agência Brasil, a atriz irá a Brasília na quarta-feira, 22, para “conhecer a estrutura da Secretaria Especial de Cultura”. Por nota, a atriz afirmou que está “noivando” com o presidente.

Caso aceite, Duarte ocupará a vaga aberta pela saída de Roberto Alvim e será responsável pelos programas culturais brasileiros. À secretaria, por exemplo, está vinculada a Agência Nacional do Cinema (Ancine), que tem autonomia para a formulação, fiscalização de regras para o setor audiovisual e recolhimento da Condecine das operadoras, que abastece o Fundo Setorial Audiovisual (FSA). Ano passado o FSA teve dotação orçamentária de R$ 724 milhões.

Alvim foi demitido na semana passada após emular o chefe da propaganda nazista Joseph Goebbels no vídeo de divulgação do Prêmio Nacional das Artes. O prêmio previa a distribuição de R$ 25 milhões a peças, livros e óperas produzidos no país.

Anterior Telefónica recebe proposta de € 10 bilhões por ativos na América Latina, menos Brasil
Próximos 7 mil empresas de TI ganham redução de ISS no DF