Redução de devedores é a meta do próximo semestre da operadora


A redução do PDD (Provisão para Devedores Duvidosos), é uma das metas do staff da TIM para o próximo semestre. Conforme Pietro Labriola, CEO da operadora, essa rubrica foi responsável por 2,2% dos custos operacionais (Opex) do primeiro semestre de 2019. “Um valor muito alto”, afirmou. O Opex do primeiro semestre foi de R$ 5,34 bilhões.

A operadora traçou a meta de economizar R$ 1,2 bilhão no triênio 19-21, conseguido cortar até agora R$ 330 milhões.

Para reduzir o número de clientes inadimplentes, a TIM está alterando alguns planos de preços, de maneira a melhorar a base do pré-pago e a estimular a migração dos clientes pós-pagos para pacotes com mais ofertas e mais caros.

Mas Labriola ressaltou que não pretende acabar com os clientes pré-pagos. ” O up selling do pré-pago para o pós-pago não é o único mantra da TIM”, afirmou ele, atiçando indiretamente seus concorrentes, que têm reduzido consideravelmente sua base de clientes pré-pagos.

Para ele, mesmo que os  pós-pagos hoje da TIM representem apenas 40% da base, e somem 60% das receitas, o Brasil sempre terá uma significativa  base de clientes e de receitas vindos do pré-pago.

 

Anterior AT&T só volta a investir no Brasil após decisão da Anatel sobre fusão com TimeWarner
Próximos Investimento em rede na renovação de licença de espectro, defende TIM

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *