Redes varejistas defendem planos mais flexíveis e sistemas abertos, no MCW 2012.


Barcelona – Executivos de dois grandes grupos varejistas globais deram hoje, durante o Mobile World Congress 2012,  um recado para as operadoras: a mobilidade está mudando a experiência do consumidor. John Donahoe, CEO do eBay, e Brian Dunn, CEO do Best Buy, acham que para avançar nessa área as operadoras móveis têm algumas importantes lições de casa para fazer, entre elas, facilitar a vida de seus clientes com planos de dados mais adequados e trabalhar com sistemas abertos.

Segundo os executivos, os volumes de tráfego e de compras gerados pela mobilidade atingem proporções consideráveis e continuam crescendo. No caso do eBay, por exemplo, a expectativa é de movimentar este ano cerca de US$ 8 bilhões em mobile commerce, enquanto seu braço de pagamentos, PayPal, calcula US$ 7 bilhões em pagamentos móveis.  Mas, para que esse mercado continue crescendo é necessário, também, ter sistemas abertos.

“Mas, para esse mercado se desenvolver, as operadoras precisam entender que o consumidor não pensa em megabytes. É preciso oferecer planos de dados simples”, destacou o CEO do eBay. Para ele, esses planos precisam refletir o estilo de vida que as pessoas conseguem levar a partir de dispositivos móveis, conectando aparelhos em casa até seus carros.

Donahoe, por sua vez, também quer que as operadoras adotem conceitualmente, e na prática, uma forma mais “aberta” de atuar. “O consumidor está mudando sua experiência, o varejo está investindo, a tecnologia começa a ficar disponível”, afirmou. Ele ressaltou que o poder das operadoras wireless no mercado lhes permitiu controlar melhor os aparelhos e redes.

Para Donahoe, a evolução da mobilidade no comércio deverá evoluir nos próximos três anos mais do que na última década. Mas alguns gargalos precisam ser removidos, como a expansão do sistema NFC (Near Field Communication) que, na sua opinião, não terá o mesmo ritmo do crescimento desse mercado. Falta, inclusive, padronização para as aplicações que utilizarão essa tecnologia. (Da redação)

Anterior Senador ameaça ir à justiça contra má qualidade dos serviços de telecom em Roraima
Próximos Idec entra com ação para barrar ABR Telecom como aferidora de qualidade