Recondução de Rangel para Ancine é aprovada em comissão do Senado


Por 16 votos a zero, foi aprovada hoje a recondução (e o terceiro mandato) por mais quatro anos de Manoel Rangel para a presidência da Ancine. Na sabatina na Comissão de Educação do Senado Federal, Rangel afirmou que entre as prioridades da nova gestão estão a reestruturação da agência, a abertura de escritórios nas regiões Norte e Sul do País e a formulação de programas de desenvolvimentos do audiovisual descentralizados por região geográfica. Além disso, ressaltou, “a prioridade é consolidar a lei (de TV paga) e implantar o sistema de acompanhamento da programação”. ( Da redação).

Rangel assinalou que em 2009 havia no país 2.110 salas de cinema, que aumentaram para 2.550 salas em 2011. Enquanto o número de residências com  TV paga em 2009 era de 7,47 milhões, hoje 30% das residências têm TV por assinatura, segmento que cresce 28% ao ano. “A TV por assinatura cresce, mas ainda são  poucas as programadoras brasileiras”, ressaltou.

Anterior GSMA: consumidor precisa da garantia de privacidade para América Latina avançar na adoção de serviços de mobilidade
Próximos Bernardo já duvida se propriedade cruzada deva ser proibida na regulação da mídia