Receita líquida da Cisco cresce 11,7% no 3T15


A gigante norte-americana Cisco divulgou hoje (13) os resultados do terceiro trimestre, encerrado em 25 de abril, quando registrou mundialmente faturamento de US$ 12,1 bilhões (GAAP), 5% superior ao de igual período de 2014, e receita líquida de US$ 2,4 bilhões, mais 11,4% no ano. “Nossa visão e estratégia estão funcionando bem, como evicendiam, nosso crescimento de receita, rentabilidade, sólidas margens e geração de caixa”, afirmou John Chambers, chairman e CEO da companhia.

O faturamento da empresa nos três primeiros trimestres de seu ano fiscal atingu US$ 36,3 bilhões, comparados com US$ 34,8 bilhões do período anterior. A receita líquida somou US$ 6,7 bilhões (GAAP) ou US$ 1,29 por ação contra US$ 5,6 bilhões ou US$ 1,06 por ação dos nove meses do ano fiscal anterior.

Ao anunciar hoje o resultado do seu terceiro trimestre, a Cisco divulgou os destaques de um estudo sobre como a adoção da Internet de Tudo (IoE, na sigla em inglês) na indústria de óleo e gás poderia incrementar o PIB doméstico dos Estados Unidos em 0,8% (US$ 816 bilhões) em dez anos. A empresa informou que vai investir em um novo Centro de Inovação em IoE, um de seus oito centros em todo o mundo.

No que se refere à nova geração de tecnologias da informação, ela introduziu no último trimestre o Cisco Collaborative Knowledge, uma solução SaaS (software como serviço), desenhada para ajudar seus clientes a criar um ambiente mais vigoroso nas empresas e a dar aos funcionários ferramentas digitais para acesso ao conhecimento e especialistas em tempo real.(Assessoria de Imprensa)

Anterior AT&T prevê crescimento de receitas e lucros até 2018
Próximos Venda de tablets cai 11% no mundo