Receita do Facebook cresce 40% no terceiro tri


A rede social tem 1,55 bilhão de usuários. Entre seus outros serviços, o Instagram atingiu o número de 400 milhões de usuários, o WhatsApp, 900 milhões, o Messenger, 700 milhões, e o Internet.org, 15 milhões.

O Facebook divulgou ontem, 04, os resultados financeiros do terceiro trimestre do ano. A companhia registrou aumento de 40% na receita, para US$ 4,5 bilhões. O lucro líquido ficou em US$ 896 milhões. Do total, US$ 4,3 bilhões foram ganhos com publicidade, sendo 78% disso vindo de acessos por dispositivos móveis.

Um ano antes, celulares e tablets representavam 66% da receita com publicidade. Em compensação, a companhia mais que dobrou os gastos no período, se comparado com o terceiro trimestre do ano passado. As despesas passaram de US$ 1,8 bilhão para US$ 3 bilhões entre julho e setembro deste ano.

O número de usuários diários ativos atingiu 1,01 bilhão, alta de 17% em um ano. Os usuários móveis diários somam 894 milhões. Usuários mensais são 1,55 bilhão, dos quais, 1,39 bilhão são móveis. A distribuição do público da empresa acontece da seguinte forma: 217 milhões ficam na América do Norte, 315 milhões, na Europa, 522 milhões na Ásia, e 492 milhões no resto do mundo (incluindo Brasil). Mesmo assim, América do Norte e Europa, juntos, representam mais de 60% das receitas da rede social. Os executivos da empresa apenas lembraram que o país foi o terceiro em crescimento de usuários no trimestre, atrás apenas de India e Estados Unidos.

O Instagram atingiu o número de 400 milhões de usuários. O WhatsApp, 900 milhões. O Messenger, 700 milhões. O Internet.org, iniciativa polêmica para conectar populações isoladas ou de baixa renda, está presente em 29 países, com 15 milhões de usuários. Segundo a empresa, a migração do usuário de plataformas tradicionais para o mercado móvel já está concluída, como demonstram os resultados com publicidade. A operação brasileira não mereceu muito destaque.

Anterior Nextel dobra base 3G, mas desvalorização do Real leva a prejuízo
Próximos Lucro da Qualcomm encolhe 44%