Receita do mercado de WiMAX cresce quase 300%


Entre 2005 e 2006, a receita mundial de equipamentos de WiMAX deu um salto de 286%, alcançando US$ 549,2 milhões, segundo levantamento do Infonetics Research, instituto de pesquisa norte-americano, e dados dos relatórios trimestrais da Outdoor Mesh Network Equipment. Só no último trimestre de 2006, aponta o Infonetics, o WiMAX fixo atingiu US$ 180,7 mihões, …

Entre 2005 e 2006, a receita mundial de equipamentos de WiMAX deu um salto de 286%, alcançando US$ 549,2 milhões, segundo levantamento do Infonetics Research, instituto de pesquisa norte-americano, e dados dos relatórios trimestrais da Outdoor Mesh Network Equipment.

Só no último trimestre de 2006, aponta o Infonetics, o WiMAX fixo atingiu US$ 180,7 mihões, alta de 39% em relação a 3T06. No mesmo período, o WiMAX móvel – ainda em fase inicial no mercado – faturou US$ 45,8 milhões. Para Richard Webb, analista do instituto, o ano de 2006 foi um marco para o setor, já que em diversos países, o WiMAX se moveu rapidamente da fase de teste para a de lançamento de serviços. “O desempenho deste ano foi uma indicação de que o setor será bastante saudável no futuro”, afirma Webb. O analista se refere, em especial, à consolidação dessa indústria — com a fusão Sprint-Nextel, por exemplo — e o desenvolvimento de equipamentos de infra-estrutura, componentes e handsets.  

Já o mercado de acesso pela tecnologia MESH (para áreas externas), indica o analista do Infonetics, também registrou um bom ano: cresceu 257% e encerrou 2006 com receita de US$ 392,1 milhões. “A entrada de novos fabricantes, como a Cisco, por exemplo, está ditando o forte ritmo de expansão”, avalia. Para até 2010, as projeções do instituto apontam um crescimento de até três dígitos.

PUBLICIDADE

(Da Redação

Anterior ABTA não consegue quebrar o sigilo no processo da Way TV
Próximos Anatel habilita a Unicel para ingressar no mercado paulista de celular