Receita do celular da Claro cresce 13% no 3T19


A Claro Brasil apurou receitas de R$ 9,1 bilhões no terceiro trimestre de 2019, mais 1,7% em relação ao 2T18. O destaque foi para a telefonia móvel, cujas receitas cresceram 13% no mesmo período e para a banda larga fixa, com aumento de 11,8% ano-a-no. A empresa desligou 236 mil clientes de TV paga e 116 mil de telefonia fixa.

A Claro Brasil (que congrega a Embratel e as operações de TV paga, banda larga e telefonia celular) reportou hoje, 15 o resultado operacional do terceiro trimestre de 2019, com crescimento de 1,7% na receita líquida total em relação ao mesmo período de 2018. Registrou receitas do consolidado de R$ 9,149 bilhões (ou de R$ 9,11 bilhões reportados para a América Móvil, devido a eliminação de transações intercompanhias).

O destaque ficou para a telefonia móvel que teve incremento de receitas no período de 13% ano-a-ano, devido ao incremento de 928 mil assinantes de pós-pago no período. O pré-pago também teve um incremento de receita de 5%. Foram acrescentados mais 3,9 milhões de clientes de celular à base da operadora em relação ao mesmo período do ano passado, o que significou um incremento de 17,8% na base do pós pago.

A banda larga fixa também teve aumento de receita em relação ao ano passado, de 11,8%. Mas os serviços de TV paga e de telefonia fixa tiveram baixa. Conforme o relatório da América Móveil, foram desconectados no período 116 mil linhas fixas e 236 mil clientes de TV paga.

Conforme o grupo, “os investimentos realizados na última década para construir uma plataforma convergente e robusta está dando seus frutos. Esses investimentos permitem a empresa oferecer tecnologia 4,5 G para 73,7% da população brasileira”.

 

 

 

Anterior Google anuncia novo smartphone Pixel 4
Próximos Perda cambial faz lucro da América Móvil cair 31% no 3T19