Receita de serviços de comunicação avança 4,5% em maio, diz IBGE.


A receita dos serviços de informação e comunicação cresceu 4,5% em maio em relação ao mês de abril, que variou positivamente em 3,7%, enquanto em março a alta ficou em 4,4%, de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17), pelo IBGE. Na comparação anual a alta foi de 6,6%, a segunda menor da série da variação dos últimos 12 meses, superior à taxa observada em abril (6,2%) e inferior à de março (6,8%). Em 12 meses, o crescimento foi de 6,4%.

O faturamento dos Serviços de tecnologia da informação e comunicação (TIC), que abrangem os serviços de telecomunicações e de tecnologia da informação, registrou variação de 3,1% ante 2,4% obtidos em abril e o de Serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias apresentou crescimento de 13,1% (foram 12,1% em abril). O segmento de Serviços de informação e comunicação representou 22,7% em termos de contribuição relativa no mês, contribuindo com 1,5 ponto percentual (p.p.) para a composição absoluta do índice geral.

No total o setor de serviços registrou em maio um crescimento nominal de 6,6% na comparação com igual mês do ano anterior, a segunda menor da série da variação dos últimos 12 meses, superior à taxa observada em abril (6,2%) e inferior à de março (6,8%). Em 12 meses, o crescimento foi de 8,2%.

Segundo a pesquisa, os melhores resultados foram obtidos em São Paulo com 37,9% de contribuição relativa e 2,5 p.p. de contribuição absoluta, seguido do Rio de Janeiro, com 22,9% e 1,5 p.p. e Distrito Federal, com 7,6% e 0,5 p.p.

Anterior Fitch corta as notas de créditos da PT e da Oi
Próximos Ascenty constrói seu quarto data center