Receita da Telecom Italia cai 7,8% em 2014


Empresa divulgou os resultados preliminares para o ano, com diminuição dos ganhos em telefonia móvel e fixa. Mas avalia que os números trimestrais demonstram melhora em relação a 2013, graças a ritmo menor de perda de faturamento.

A Telecom Italia, que no Brasil controla a TIM, divulgou hoje (20) o balanço financeiro preliminar para o ano de 2014. A receita nos doze meses ficou em 21,5 bilhões de euros, redução de 7,8% sobre 2013. O mercado doméstico representou 70% do faturamento, enquanto o Brasil foi 29,7%. O EBITDA também apresentou retração, de 9,6%, caindo para 6,99 bilhões de euros. O CAPEX alcançou 4,98 bilhões de euros, 584 milhões de euros mais alto que um ano antes. O valor exclui os gastos como leilão de 700 MHz brasileiro. A dívida do grupo caiu 156 milhões de euros, para 26,65 bilhões de euros.

Na avaliação da empresa, os números trimestrais demonstram sinais de melhora em relação a 2013, mesmo com a diminuição das receitas no mercado interno. No trimestre terminado em dezembro, o faturamento em relação ao mesmo período de 2013 foi 4,4% menor. Segundo o grupo, um sinal de recuperação do mercado doméstico, uma vez que as receitas encolheram 8,8%, 8,9%, e 6,2% no primeiro, segundo e terceiro trimestres respectivamente.

Os resultados com telefonia móvel foram o que tiveram mais evolução. A receita caiu 5,7% entre outubro e dezembro. Em comparação, um ano antes, caíram 14,3%. Dezembro terminou com a Telecom Italia cobrindo 80% da população da Itália com LTE. Segundo a empresa, são 1,3 clientes 4G no país.

O segmento fixo também apresentou melhora, apesar do encolhimento de 5,3% no trimestre em relação ao mesmo período de 2013. A receita por usuário na telefonia fixa subiu para 20,1 euros, em função de aumento do retorno da banda larga, com maior procura de clientes premium por altas velocidade em ADSL e fibra. O FTTH chegou a 131 cidades, ou com potencial para atender 28% das casas. A companhia vai divulgar o balanço consolidado em 19 de março.

Anterior AT&T vai oferecer chamadas ilimitadas para o México
Próximos TIM vai investir R$ 14 bilhões no país até 2017