Reajuste da Embratel será de 1,15%, diz Emília.


A conselheira da Anatel, Emília Ribeiro, disse hoje que a proposta de revisão do PGO (Plano Geral de Outorgas) já passou pela análise da Procuradoria e deve ser enviada ainda hoje ao relator, Pedro Jaime Ziller. A expectativa é de que a matéria seja votada no início de outubro pelo conselho diretor da agência. Emília …

A conselheira da Anatel, Emília Ribeiro, disse hoje que a proposta de revisão do PGO (Plano Geral de Outorgas) já passou pela análise da Procuradoria e deve ser enviada ainda hoje ao relator, Pedro Jaime Ziller. A expectativa é de que a matéria seja votada no início de outubro pelo conselho diretor da agência.

Emília também informou que a Anatel deverá aprovar, na próxima quinta-feira, 25, o reajuste de 1,15% para a Embratel. Na terça-feira, ela pediu vistas do processo de reajuste da operadora para estudá-lo melhor. O aumento de tarifas da Embratel compreende uma cesta de tarifas de Longa Distância Nacional (LDN) e Longa Distância Internacional(LDI).

Será atendido o pedido da Embratel para correção relativa aos 13 meses, de junho de 2007 a junho de 2008, período em que a inflação do setor, medida pelo índice de Serviços de Telecomunicações (IST),acumulou 5,32%.

O reajuste da operadora será bem menor do que a inflação do período do reajuste em razão da alta produtividade (Fator X) da empresa em 2007, segundo a Anatel. O Fator X da Embratel para o período do reajuste solicitado foi de 3,950%.

Os serviços da cesta das chamadas interurbanas da Embratel poderão ainda ter reajuste individual de até 10,58%, desde que mantido o reajuste médio em 1,1572%. A cesta da Embratel é composta por 16 tipos de tarifas que variam conforme a distância e horário das chamadas.(Da Redação)

Anterior Para Cueva, Anatel não está preparada para instruir ato de concentração.
Próximos Procuradoria da Anatel afirma que separação empresarial proposta no PGO é ilegal