Radiodifusor alerta para o “apagão eleitoral”


O presidente da Abratel , Luiz Carlos Costa, entidade que tem entre seus associados a Rede Record, disse hoje, 2, em audiência no Senado Federal, que teme por um “apagão eleitoral” em 2016, caso o processo de desligamento de TV analógica para a digital não seja feito corretamente. Isto porque, observou, no próximo ano haverá eleições municipais e pelos menos os grandes centros urbanos de São Paulo, Belo Horizonte e Brasília estarão passando pela migração dos sinais.

Ele acha que há um grande número de famílias cuja renda é maior do que os que pertencem ao Bolsa Família, mas que não terão condições de comprar o conversor digital e que, por isto, deixarão de receber os sinais digitais, e não assistirão aos programas políticos eleitorais do próximo ano. Ele disse ainda que a indústria local não tem capacidade para atender à demanda dos radiodifusores pelos equipamentos digitais. “Temos que ter cuidado para não apagar a televisão no Brasil”, concluiu.

 

Anterior Gired decide em agosto quais os equipamentos de TV serão ressarcidos
Próximos Cai o número de clientes de TV paga no país em abril