Rádio Educativa vai testar padrão digital europeu


Sem definição sobre qual padrão de rádio digital será adotado no Brasil, o Ministérios das Comunicações autorizou, nesta quarta-feira (1º), testes do sistema europeu DRM (Digital Radio Mondiale ) pela Rádio educativa, da Fundação Padre Anchieta. Os testes serão realizados apenas em FM (Frequência Modulada) na cidade de São Paulo.

O mesmo padrão vem sendo testado pelo governo desde o ano passado, após o fracasso dos experimentos com o padrão norte-americano IBOC (In-Band-On-Channel), já testado por mais de seis meses e preferido dos radiodifusores. O sistema europeu é aberto e, portanto, não requer o pagamento de royalties, ao contrário do norte-americano.

Além disso, nos testes iniciais realizados em São Paulo, esse padrão apresentou maior eficiência nas transmissões em Ondas Curtas e Ondas Médias, fundamentais para integrar a Amazônia e um dos principais objetivos da possível transferência da tecnologia analógica para digital.

Os testes com o padrão DRM estão sendo coordenados pelo Minicom, Anatel e o Instituto Mackenzie, mas seus resultados ainda não foram divulgados.

Anterior GVT lucra R$ 113,5 milhões no semestre
Próximos IBGE mostra evolução dos serviços de telecom