RAD quer ampliar fábrica no Brasil


A RAD Data Communications planeja aumentar a capacidade de produção de sua fábrica em Minas Gerais no ano que vem e espera ver seus negócios no país crescerem até 50% em 2012, afirmou o vice-presidente de marketing e desenvolvimento da companhia, Amir Karo, em entrevista ao Tele.Síntese durante o Seminário Carrier Ethernet em São Paulo, nesta segunda-feira (5). Segundo o executivo, o Brasil representa cerca de 4% do faturamento da fabricante de equipamentos israelense, que deve fechar o ano em cerca de US$ 180 milhões, mas esse número pode dobrar nos próximos anos dado o forte potencial do mercado brasileiro e o agravamento da crise internacional.

 

O Brasil é o único país, além da China, a ter uma fábrica da companhia, que concentra a maior parte de sua produção em suas instalações em Israel mas abriu as duas unidades estrangeiras para atender principalmente ao mercado local. “Nosso plano é trazer cada vez mais produtos nossos para a produção local”, disse Karo, que afirma que os benefícios fiscais concedidos pelo governo foram um fator importante na decisão de trazer sua produção ao país. No Brasil, a RAD é fornecedora de grandes operadoras como Embratel e Telefônica, além de fornecer equipamentos de rede para empresas dos setores de óleo e gás e energia, entre outros.

 

A RAD monta seus produtos no país desde 2007, e investiu R$11 milhões em sua unidade em Nova Lima (MG), aberta no ano passado com uma capacidade de produção de três mil equipamentos para redes convergentes, como modems ópticos e equipamentos para redes Carrier Ethernet, por mês.

Anterior Verizon compra espectro de operadoras de cabo nos EUA
Próximos Sony reduz preço de computdor em promoção de Natal