Quatro operadoras de telecom europeias concentram 50% das receitas


Apesar das constantes medidas das agências reguladoras e do parlamento europeu para a abertura das redes e do mercado de telecom nos países europeus, este segmento continua ainda muito concentrado, revela recente relatório da empresa de consultoria Ovum. Conforme o estudo, em 2011, 25 operadoras de diferentes países apresentaram receitas de US$ 48,4 bilhões, queda de apenas 0,5% em relação ao ano de 2010, resultado  surpreendente, visto que naquele ano a crise financeira europeia já havia começado.

 

A consultoria revela ainda que, deste faturamento total, quatro operadoras ficaram com 50% do bolo. São elas: BT (Britsh Telecom); Deutsche Telekom, FT-Orange e Telefónica). As 10 maiores empresas ficaram com 75% das receitas. Mas o estudo confirma que as receitas com a voz fixa continuam caindo. Algumas operadoras estão reagindo melhor a esta tendência, destaca o estudo,entre elas a Telecom Ialita e a francesa SFR, que conseguiram compensar a queda nas receitas de voz com outros serviços.

 

O mesmo não ocorre, porém, com a BT, por exemplo, que tem suas receitas de varejo caírem na mesma proporção da queda das receitas com a voz fixa. ( da redação).



Anterior Oi estende promoção de ligações gratuitas de orelhão para Amazonas e Espírito Santo
Próximos Com PGMC, Algar Telecom vê recuperação na telefonia móvel