Qualcomm recusa segunda oferta de compra pela Broadcom


Uma nova queda de braço pode ter tido início entre a Qualcomm e sua rival Broadcom. Sob a alegação de que a proposta de compra feita pela Broadcom no valor de US$ 121 bilhões a “desvaloriza materialmente”, a Qualcomm recusou a segundo oferta feita pela companhia. A interessada na aquisição, por sua vez, disse que esse é o valor final. Para analistas, mesmo recusando, a Qualcomm teria sinalizado de que poderia ser vendida se houvesse um entendimento com novos valores.
Em novembro de 2017 a Broadcom fez sua primeira proposta, no valor de US$ 105 bilhões, que foi rejeitada praticamente pelas mesmas razões. Agora, mesmo com a recusa não há um final de conversas entre ambas, já que a Qualcomm se dispôs a encontrar o board da Broadcom. Para a rival, o encontro poderia ser no final de semana mas a Qualcomm teria dito que ele só poderia se realizar a partir da próxima terça-feira.
Anterior Mais de 50% dos gastos com TI estarão relacionados com cloud este ano
Próximos 5G: fornecedores se mobilizam para acelerar a chegada das novas redes