PT SGPS retira ADRs da bolsa de NY


O  conselho de administração da Portugal Telecom, SGPS, S.A. aprovou a retirada de negociação dos seus American Depositary Shares (“ADSs”) da New York Stock Exchange (“NYSE”). Cada ADS da PT SGPS representa uma ação ordinária da PT SGPS, conforme informou a empresa à comissão de valores mobiliários portuguesa.

A PT SGPS notificou a NYSE a cerca da sua intenção de proceder à retirada dos ADSs, prevendo-se que seja entregue uma comunicação em Form 25 à U.S. Securities and Exchange Commission (“SEC”) em 19 de março de 2015 ou em data próxima, para efeitos de concretização dessa intenção. Salvo o caso em que o Form 25 seja retirado pela PT SGPS, a retirada de negociação dos ADS produzirá efeitos dez dias após a entrega do Form 25

” Deste modo, a PT SGPS antecipa que o último dia de negociação dos seus ADSs na NYSE seja 30 de março de 2015 ou uma data próxima. Após a retirada de negociação dos ADSs da NYSE, continuará a negociação das ações ordinárias da PT SGPS na Euronext Lisbon. A retirada de negociação da NYSE consolidará a negociação no mercado principal relativo à PT SGPS, que é a Euronext Lisbon. Importa igualmente esclarecer que, em 6 de fevereiro de 2015, a PT SGPS foi notificada pela NYSE de que a Sociedade se encontrava abaixo dos critérios de negociação contínua estabelecidos na Secção 802.01C do NYSE Listed Company Manual, dado a cotação média de fecho dos seus ADSs na NYSE ter estado abaixo de 1,00 dólar por um período consecutivo de negociação de 30 dias.

Em atenção a estes fatores, bem como à possibilidade de obter uma redução dos custos da Sociedade através da eliminação dos encargos associados à manutenção da negociação dos ADSs na NYSE, a PT SGPS tomou a decisão de retirar estes instrumentos daquela negociação na NYSE”, informou a companhia.

Anterior TV por fibra óptica rompe a barreira de 100 mil clientes
Próximos Cautela com as fusões, alerta a nova diretora da Comunidade Europeia