PT SGPS faz aditivo em acordo com OI, que ainda precisa ser aprovado


Na divulgação dos resultados do primeiro trimestre do ano, hoje, 29, já anunciados prejuízos de 43 milhões de euros, a PT SGPS informa também ao mercado que fez um aditivo no contrato com a Oi, referente às ações que detém da concessionária, que deverá ser aprovado até setembro deste ano.

A PT SGPS, sócia da Oi, divulgou hoje, 29 os resultados operacionais do primeiro trimestre do ano, quando registrou prejuízos de 43 milhões de euros, vinculados, principalmente ao desempenho da concessionária brasileira. No comunicado ao mercado, a empresa, assinala, que  depois de consumada a permuta de ações entre a PT SGPS , em 30 de março de 2015, e a PT Finance de ações ordinárias e de ações preferenciais representativas do capital social da Oi por títulos de dívida emitidos pela Rio Forte, o Contrato de Opção de Compra de Ações e Outras Avenças, celebrado em 8 de setembro de 2014, passou a vigorar e a produzir efeitos.

E foi feita então, um aditivo a este contrato, que irá possibilitar dar mais liquidez à opção de compra da PT SGPS, através de venda em mercado, independentemente de prévio consentimento da Oi, tendo a Oi o direito de preferência na aquisição da opção de Compra, caso a PT SGPS decida aliená-la a terceiros.

Este  aditivo está sujeito ainda  à aprovação da Assembleia Geral de acionistas da Oi e, se aplicável, à aprovação da CVM, tendo-se a Oi comprometido a convocar a assembleia geral para deliberar sobre o aditivo até ao dia 31 de agosto de 2015, para realização até 30 de setembro de 2015, e os acionistas de referência da Oi comprometido a votar favoravelmente a aprovação do Aditivo.

Resultado

O prejuízo líquido  apurado no primeiro trimestre de 2015, no montante de 43 milhões de euros, reflete essencialmente uma perda de 28 milhões de euros correspondente à participação efetiva da PT SGPS (22,8% até 30 de março de 2015) no prejuízo de 401 milhões de reais (124 milhões de euros) apurado pela Oi no primeiro trimestre de 2015.

Anterior Google confirma Brillo e promete melhorias no Android
Próximos Estados do Nordeste passam a ter 9 dígitos no celular a partir deste domingo, 31