PT quer a presidência da Ciência e Tecnologia na Câmara


 Os líderes partidários estão reunidos hoje para definir a direção das 20 comissões permanentes que funcionam na Câmara dos Deputados. Conforme o regimento interno, os partidos com as maiores bancadas têm prioridade na escolha das quatro primeiras comissões. PMDB e PT, os partidos com maior número de deputados, já fizeram, cada, a primeira escolha: o …

 Os líderes partidários estão reunidos hoje para definir a direção das 20 comissões permanentes que funcionam na Câmara dos Deputados. Conforme o regimento interno, os partidos com as maiores bancadas têm prioridade na escolha das quatro primeiras comissões. PMDB e PT, os partidos com maior número de deputados, já fizeram, cada, a primeira escolha: o PMDB presidirá a comissão de Constituição e Justiça (a mais importante, pois emite parecer sobre todos os projetos que tramitam na Casa) e o PT, a de Finanças e Tributação.

Tradicionalmente, a segunda escolha do PT recai para  comissões que tratam de temas mais afetos à sua base, como educação ou trabalho. Mas, segundo parlamentares petistas, desta vez, a prioridade será a comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática.

O líder do partido na Câmara, Maurício Rands (PE), entende que é importante assumir a direção dessa comissão, para dar continuidade ao projeto do deputado Jorge Bittar (PT/RJ), que estabelece cotas de conteúdo nacional na TV paga e permite o ingresso das teles na oferta deste serviço.

Se o PT não ficar com essa comissão, ela deverá ir para o Democratas (DEM), já que o PSDB, atual titular, teria feito um acordo com o DEM para que um representante do partido – o mais provável seria o deputado Paulo Borhausen (SC) – assumisse a presidência dessa comissão.

Anterior Franklin Martins: "a contribuição ao Fistel não pode diminuir".
Próximos Governo destina mais R$ 12,5 bi ao BNDES