Próxima compra de Slim: a operadora móvel OLA, da Colômbia?


Aparentemente, por ora, o grupo espanhol Telefónica está satisfeito com a compra do controle da Colombia Telecomunicaciones (Telecom) e não deve participar da disputa pela operadora móvel colombiana OLA. Foi o que declarou à imprensa, em Viena, César Alierta, presidente executivo da corporação, segundo notícia publicada hoje, 11, pelo portal Portafolio.com, da Colômbia.

Isso se explica, pois com a aquisição da Telecom, o grupo espanhol vai poder oferecer serviços convergentes (telefonia fixa, móvel e acesso à internet). Antes dessa operação, o grupo tinha no país a subsidiária Telefónica Móviles – Movistar, com 6 milhões de assinantes. Base à qual se somam as 2,6 milhões de linhas telefônicas da Telecom.

Segundo o site colombiano, considerando as declarações de Alierta e a compra da CANTV pela Telmex, os interessados em assumir o controle da OLA incluem a mexicana América Móvil (de Carlos Slim, como a Telmex), Entel PCS do Chile, Millicom de Luxemburgo, Cable & Wireless do Reino Unido e Swedtel da Suécia. E os bancos de investimento ABN Amro Bank, BNP Paribas, Colcorp e Santander.

(Da Redação)

Anterior CVM venezuelana faz exigências à Telmex para aquisição da CANTV
Próximos Com celular, Copa será o evento mais fotografado da história