Provedores vão à Justiça por TAC da Telefônica


Designed by Onlyyouqj / Freepik

Mais uma associação de provedores reage ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da Telefônica, que propõe transformar R$ 3,09 bilhões de multas da operadora em investimentos da ordem de R$ 5,5 bilhões, a serem direcionados para alavancagem da qualidade de serviços de telecomunicações e internet.

A Internetsul, assim como a Abrint, considera que haverá um privilégio às grandes operadoras que outras empresas privadas não têm. “O que está proposto no TAC equivale a eu, pessoa jurídica, chegar no final do mês e poder investir o dinheiro pago pelo meu DAS e demais impostos em melhorias do meu negócio. Ou eu, pessoa física, motorista, pegar as multas de trânsito que recebi e reinvestir os valores em um carro novo”, comenta o presidente da Internetsul, Luciano Franz.

Leia o texto completo em no PontoISP.

Anterior MCTIC integra comitê de estratégia em "investimentos e negócios de impacto"
Próximos Vivo cobre todas as capitais com 4G+ e ultrapassa 2,3 mil cidades com 4G