Proposta da Anatel em consulta pública atualiza requisitos de transceptor para ERB


A Anatel abriu consulta pública da proposta de atualização dos requisitos técnicos e procedimentos de ensaio aplicáveis à avaliação da conformidade do produto Transceptor para Estação Rádio Base visando incluir critérios para a tecnologia AAS (Active Antenna System). O novo conceito consiste na integração, no nível do circuito eletrônico, do transceptor e da antena, sem a utilização de cabos para interconexão entre estes elementos, sendo que a antena é composta por uma matriz “inteligente” de antenas eletronicamente configuráveis.

Segundo a área técnica, a ausência de cabos para interconexão entre transceptor e antena reduz perdas de sinal e torna o conjunto mais robusto contra interferências. Na avaliação da agência, a matriz “inteligente” de antenas permite configuração dinâmica do diagrama de irradiação do conjunto de forma a se ajustar, da melhor maneira, às condições do meio de propagação dos sinais e ao posicionamento das estações terminais de usuários.

“Essa característica faz com que a tecnologia AAS alcance melhor performance, economia de energia, espaço e redução das perdas em guias de ondas, além de ter instalação menos complexa”, opina a área técnica. Assim, esses equipamentos serão importantes à medida em que se conduz a evolução da tecnologia LTE e na introdução do 5G.

A consulta pública nº 11 ficará aberta pelo prazo de 10 dias.

Anterior Vero, provedor mineiro de banda larga, nasce com 150 mil assinantes
Próximos A compra de provedores entra no radar das teles, diz consultor

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *