Proposta brasileira para ampliar atuação da UIT foi aceita em reunião da Turquia


Duas propostas apresentadas pelo Brasil durante a Conferência de Plenipotenciários da União Internacional de Telecomunicações (UIT), realizada ao longo deste mês, na cidade de Antalya, Turquia, foram aceitas pelos países membros da organização. A primeira foi a ampliação das atividades da UIT para implantação da Sociedade da Informação na busca da inclusão tecnológica. Dessa forma, …

Duas propostas apresentadas pelo Brasil durante a Conferência de Plenipotenciários da União Internacional de Telecomunicações (UIT), realizada ao longo deste mês, na cidade de Antalya, Turquia, foram aceitas pelos países membros da organização.

A primeira foi a ampliação das atividades da UIT para implantação da Sociedade da Informação na busca da inclusão tecnológica. Dessa forma, segundo informações divulgadas pela Anatel, a UIT terá condições para implementar as políticas definidas pela WSIS (sigla inglesa para Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação, realizada na Suíça, em 2003, e na Tunísia, em 2005). Isso significará um importante passo para a ampliação da participação democrática em questões de administração da internet, como os nomes de domínio e os endereços IP (como são conhecidos os protocolos para internet).

Na Conferência, o Brasil também defendeu a participação das organizações não-governamentais (ONGs) na União. Para a criação dos mecanismos dessa participação será organizado um grupo de trabalho que contará com representação brasileira. Apesar do término das atividades desse grupo ocorrer apenas em 2010, os pré-resultados poderão ter a implementação antecipada.

O Brasil foi o país mais votado (com 143 votos) para assumir uma das 46 vagas do Conselho da UIT – órgão que coordena a política de trabalho e as finanças da organização. O avanço da presença brasileira na UIT também reforça o escritório da entidade nas Américas, sediado em Brasília e encarregado de estabelecer uma cooperação técnica principalmente para a América Latina.

Da Redação

Anterior Governo adia por sete meses instalação de PSTs e unidades de cooperativas
Próximos NET investe na ampliação da oferta de banda larga e voz