Programa de formação de jovens em TI do governo federal já alcançou meta para 2014


A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) informou nesta quarta-feira (20) que concluiu a formação de 70 mil jovens em cursos gratuitos online de linguagens de programação e introdução à Tecnologia da Informação (TI) por meio do projeto Brasil Mais TI, financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e apoiada pelo Ministério da Educação (MEC), no âmbito do programa TI Maior. Lançado em setembro, o programa já alcançou a meta original de formar 50 mil jovens em um prazo menor do que o planejado, 2014.

“O mercado possui alta demanda por profissionais de TI e com este projeto conseguimos atrair o interesse de jovens para as carreiras tecnológicas. Percebemos que o Ensino a Distância se apresenta como uma alternativa viável para o desafio da formação de profissionais, pois se adapta ao perfil e às necessidades do público jovem”, afirma Sergio Sgobbi, Diretor de Educação e Recursos Humanos da Brasscom.

O principal curso realizado pelos estudantes é Algoritmos, com 19% dos acessos, seguido por Comunicação Visual para Web (9%), Programação de Páginas Web (8%) e Lógica de Programação (6,5%). A adesão ocorreu em todo o Brasil, mas com predominância de jorvens da região Sudeste do país.

O projeto também conta com um portal de vagas gratuito, com cerca de 8 mil currículos já cadastrados, sendo mais de 60% dos perfis cadastrados de profissionais da região Sudeste. Entre os quase 4 mil currículos de profissionais de TI, cerca de 40% possuem ensino superior incompleto, 30% superior completo e 15% ensino médio completo. Já entre os cerca de 4 mil aprendizes, 50% estão cursando o nível superior. Além disso, a maioria dos candidatos são homens (85% entre os profissionais e 77% entre os aprendizes). “Os números demonstram o desafio do setor para atrair o público feminino para carreiras de TI”, reforça Sgobbi. (Da redação)

Anterior Algar Tecnologia tem nova diretora administrativa financeira
Próximos Governo vai intensificar compras compartilhadas por órgãos públicos