Produção do setor eletroeletrônico não se sustenta e volta a cair em setembro


shutterstock_Bad Man Production_Devices_computador_lixo_eletronicoSe em agosto o setor eletroeletrônico respirou com um avanço da produção após queda de 27 meses, já em setembro os índices viraram do avesso. A produção industrial do setor eletroeletrônico caiu 8% no mês de setembro de 2016 em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), com base em informações do IBGE.

Para o presidente da Abinee, Humberto Barbato, a recuperação está demorando a acontecer. “Se em um mês conseguimos um resultado bom, no outro isto não se repete, o que nos impede de prever um desempenho positivo para o ano de 2016”, afirma. Ele acredita que apenas no próximo ano, com as mudanças esperadas no cenário econômico, os indicadores do setor devem apresentar melhora.

Na comparação com agosto, a queda foi de 5,6%, com ajuste sazonal, resultado de uma retração de 2% a indústria eletrônica e de uma queda de 8,1% na elétrica. Esta foi a segunda queda mensal consecutiva, interrompendo os resultados positivos apontados desde março. O resultado foi inferior ao da indústria geral, que apresentou expansão de 0,5% neste período.

Com isso, o resultado acumulado nos primeiros nove meses do ano é de uma redução de 13,8% na atividade industrial do setor, na comparação com igual período de 2015, desempenho inferior ao da indústria geral (- 7,8%). A queda do setor eletroeletrônico foi resultante de redução de 21,4% na atividade da indústria eletrônica e de 7,7% na elétrica.

Anterior Leonardo Euler, técnico da Anatel, é indicado para o Conselho Diretor
Próximos STF fará audiência pública para debater bloqueio ao WhatsApp