Produção de equipamentos de comunicação despenca 21% em junho


A produção do setor eletroeletrônica caiu 0,7% em junho 2019, na comparação com o mesmo mês de 2018. Os dados são do IBGE e foram segmentados pela Abinee, entidade que reúne as empresas do setor, mostrar que a área elétrica foi a que mais sofre, com retração de 3,7%.

A área eletrônica cresceu 3,1%, com aumento da produção de aparelhos de áudio e vídeo (+28,4%) e componentes (+15,4%).

Mas houve também queda significativa entre os produtores de eletrônicos. O segmento de equipamentos de comunicação amargou retração de 21,8%. Os de bens de informática fabricaram 3% menos.

O resultado foi motivado pela queda de 6,6% na produção de bens eletrônicos. A área elétrica teve crescimento de 1,4%. “O desempenho é decepcionante face à expectativa que tínhamos no início do ano”, ressalta o presidente da Abinee, Humberto Barbato.

Segundo ele, esperava-se um ambiente mais seguro e com maior previsibilidade para reverter o quadro de retração na indústria. Com o resultado, a expectativa de crescimento na produção do setor, que era de 7% para 2019, foi revista e agora é de apenas 2%.

No ano

No primeiro semestre de 2019, a produção industrial acumulada do setor eletroeletrônico recuou 2,6% em relação ao igual período de 2018.

A área eletrônica foi a que mais sofreu, com recuo de 6,6%. Diferente do que aconteceu no mês, no semestre houve queda de 8,5% na produção de aparelhos de áudio e vídeo.

A fabricação de equipamentos de comunicação encolheu 8,2% de janeiro ao fim de junho. Bens de informática recuaram 5,7%.

Anterior Anatel abre consulta para eliminar barreiras à expansão de IoT
Próximos Oi ativa rede FTTH em 68 cidades

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *