Procurador Federal deixa Anatel


Victor Cravo foi exonerado hoje, 27, a pedido, do cargo de Procurador Federal Especializado da Anatel. Ele estava na função desde 2011 para substituir Marcelo Bechara, que assumia o cargo de conselheiro.

Cravo trabalhou na Consultoria Jurídica do Ministério das Comunicações, quando se aproximou de Rodrigo Zerbone, com quem trabalhou como assessor na Anatel antes de ser guindado parano cargo.

Ele é integrante da carreira de Procurador Federal da Advocacia Geral da União desde 2006, é graduado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e especialista em Regulação das Telecomunicações pela Fundação Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel).

Contava com apoio do presidente da Anatel, João Rezende, mas, com o passar do tempo, manteve posições bastante ortodoxas, afastando-se bastante até mesmo de seus mentores. A sua substituta, Fernanda Bussacos, também deixa o cargo.

Assume interinamente a função Paulo Firmeza Soares.

Anterior Empresa de análise de risco volta a rebaixar nota de crédito da Oi
Próximos SumUp e Payleven anunciam fusão

2 Comments

  1. Bruno
    28 de Abril de 2016

    Reportagem muito superficial, que posições ele defendeu que o afastaram do cargo? Exemplos por favor.

    • 28 de Abril de 2016

      Exemplos mais recentes – seguro garantia, TAC da Oi, renovação frequência TIM.