Procon-SP, Enel e operadoras concordam em ordenar fiação em pontos de São Paulo


O Procon-SP, a Enel Distribuição São Paulo e as empresas Vivo, Oi, Tim, Claro e Telcomp assinaram ontem, 14, um Protocolo de Intenções para juntas ordenarem a fiação irregular em pontos da cidade de São Paulo.

Segundo o acordo, as empresas de telecomunicações terão que ordenar todos os seus cabos em seis localidades. Também terão que instalar equipamentos em local adequado, os cabos não devem estar em nenhuma situação emergencial, situação de risco a população ou em proximidade com rede energizada.

A Enel, dona dos postes, vai remover fios irregulares e clandestinos (que não possuem contrato com a distribuidora) para que as empresas de telecomunicações tenham espaço para adequar suas redes.

Esta primeira etapa da operação envolverá, mais ou menos, 1,8 mil postes e será concluída até 20 de dezembro. Os trabalhos de “limpeza” começaram ontem mesmo, na Avenida 23 de Maio. Depois irá para as avenidas Pedro Álvares Cabral, Brasil, Rebouças, 9 de Julho até a Rua José Maria Lisboa, descendo para toda a região do Paraíso, mais a região da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini.

Vale lembrar que as operadoras têm acordo também com Enel e prefeitura para enterrar cabos em diferentes áreas no Centro da cidade e em bairros como Vila Olímpia. Anunciado em 2017, com previsão de ser concluído em um ano pelo então prefeito João Dória (PSDB), as empresas ainda não concluíram as obras necessárias. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Conselheiro da Anatel vai recomendar ação contra o TCU
Próximos Cade acusa IBM de ferir lei brasileira na compra da Red Hat

1 Comment

  1. Vagner
    17 de outubro de 2019
    Responder

    É o que sempre falo, vem a NET e passa um cabo coaxial, aí vem a Vivo e passa Fibra, vem a TIM e passa outra Fibra ou um par metálico para VDSL, fora o monte de pares metálicos de telefones da Vivo, muitas vezes sem nenhum uso. Na casa da minha mãe, por exemplo, hoje não tem nenhum telefone fixo, porém no poste dela ainda estão lá os 04 pares metálicos de linhas da Vivo que ela já teve no passado deixando aquele visual emporcalhado. Não seria mais limpo e racional utilizar apenas GPOn e acabar com esse monte de cabos metálicos ultrapassados, ainda que no coaxial se tenha o DOCSIS 3.0 ?
    Se tirassem todos os pares metálicos que não são usados já seria um grande avanço !

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *