O Procon-RS informou nesta quinta-feira (19) que as quatro operadoras — TIM, Oi, Vivo e Claro — foram notificadas quanto ao pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Rio Grande do Sul de paralisação as vendas de chips e serviços de internet de todas as operadoras no estado. As empresas terão 72h para se manifestar.

A entidade gaúcha de defesa do consumidor, no entanto, ainda não decidiu se seguirá a mesma linha do órgão em Porto Alegre, que desde segunda-feira impede todas as operadoras de venderem para novos clientes, alegando má qualidade do serviço prestado no município. De acordo com a entidade, a situação de cada uma das operadoras será analisada, caso a caso, assim como as explicações apresentadas à entidade.

O presidente da OAB/RS disse ao Tele.Síntese que mantém o pedido, mesmo depois da decisão da Anatel de impedir a venda de chips e modem no estado pela operadora Oi, por medida cautelar. “Enquanto não tivermos plano de expansão dos investimentos, manteremos o pedido. Se elegermos apenas uma empresa para ser penalizada, estamos premiando as outras, que também têm problemas”, declarou.