Presidente global da Telefónica se reúne com Bolsonaro, Guedes e Pontes


Executivo mostrou plano de investimentos com foco em fibra e expansão do móvel. Empresa está no topo dos principais investidores estrangeiros a aplicar no Brasil, somando R$ 400 bilhões em aportes desde 1998.

(Brasília – DF, 03/09/2019) Bolsonaro cumprimenta José María Álvarez-Pallete, presidente mundial do Grupo Telefônica. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente global do grupo espanhol Telefónica, José María Álvarez-Pallete, esteve na manhã de hoje, 3, em reunião com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro. No encontro, o executivo apresentou o plano de investimento da companhia no país, com foco na expansão da fibra óptica.

Segundo a assessoria da empresa, Pallete está no Brasil para “reforçar a absoluta confiança da empresa no país”. Para ele, os investimentos da tele no mercado local são prova de comprometimento com o objetivo de “tornar o país cada vez mais digital e conectar mais pessoas em todo o território nacional”.

Considerando o triênio 2018-2020, a Telefônica Vivo prevê investir R$ 26,5 bilhões, praticamente R$ 9 bilhões por ano. Segundo Pallete, nas últimas décadas a empresa se tornou o maior investidor estrangeiro no Brasil, com aportes que totalizam R$ 400 bilhões, feitos a partir 1998.

O presidente da Telefónica também apresentou a estratégia de aceleração da expansão da fibra. A Vivo tem a maior rede de fibra da América Latina com 252 cidades e aproximadamente 20 milhões de domicílios cobertos, sendo 9,5 milhões no Brasil.

Também estiveram no encontro Paulo Guedes, Ministro de Estado da Economia; Marcos Pontes, Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Angel Vilá, COO do grupo Telefónica; Christian Gebara, CEO da Vivo; Eduardo Navarro, presidente do conselho de administração da companhia; Renato Gasparetto, vice-presidente da operadora.

A reunião contou ainda com a presença do senador e filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro. Atualmente, tramita no Senado o PLC 79, texto que altera o marco legal das telecomunicações. A mudança terá reflexos diretos sobre os investimentos da Telefônica Vivo, caso aprovado.

Anterior Futuro da Zona Franca de Manaus ainda gera dúvidas no debate sobre reforma tributária
Próximos Produção de equipamentos de informática e eletrônicos cai 3,3% em julho

2 Comments

  1. VINGASILVA
    4 de setembro de 2019

    A OI VAI SER VENDIDA AÇÕES BARATAS POR ENQUANTO CORRAM!!

  2. 5 de setembro de 2019

    A Vivo/Speedy (se lê Parasita de telecomunicações) fornecedora de falta de condições técnicas, a cidade onde moro São João da Boa Vista – SP só deixamos de ser Rebanho da Telefonica, com a chegada dos ISPs regionais, hoje temos internet fibra de 60Mb por R$ 79,90, 100Mb por R$ 99,90, 150Mb por R$ 129,90, 250Mb por R$ 149,90, 300Mb por R$ 199,90, isso não graças a telefonica/vivo que só fornecia falta de qualidade. #vivotofora.