Presidente do Uruguai anula licença de DTH da Claro


Decreto assinado pelo presidente do Uruguai, Jose Mujica, anulou a licença de TV paga via satélite – DTH – da Claro. Conforme o decreto, a anulação da licença ocorreu porque não era possível indentificar na estrutura acionária os representantes locais dos provedores de conteúdo audiovisual da opedora. Esta licança foi comprada pelo grupo América Móvil do grupo Flimay, concedida pelo regulador uruguaio em 2008. A disputa por esta licença é longa.

 

Em fevereiro deste ano, o Tribunal de Contenciosos Administraivo – TCA- do pais havia restaurado a licença para a Claro, que havia sido cassada em 2009, também por um decreto presidencial. Apesar da decisão judicial, agora, o presidente Mujica apresentou novos argumentos para voltar a cassar a outorga. ( Da redação, com agências internacionais).



Anterior Rangel inicia 3º mandato na Ancine prometendo consolidar o SeAC
Próximos Em junho, Alvarez deixará a secretaria executiva do Minicom