Presidente da TIM admite dificuldades de escoamento de dados em alguns estádios da Copa


Apesar dos esforços conjuntos das operadoras móveis, o serviço celular ficará a desejar em alguns estádios e aeroportos nas cidades-sedes da Copa do Mundo, reconheceu, nesta sexta-feira (9), o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, em conferência com jornalistas. Os atrasos nas obras e a dificuldade na negociação de espaços para instalação de infraestrutura são algumas das dificuldades apontadas pelo executivo. “Em alguns estádios, o local para implantação da infraestrutura somente foi liberado há algumas semanas”, afirmou.

Para contornar o problema, Abreu disse que as operadoras estão reforçando o sinal nas antenas externas próximas aos estádios e aeroportos. Mas ressalta que, em todo grande evento de porte mundial sempre ocorrem problemas, como nas Olimpíadas de Londres, onde dificuldades de transmissão de dados foram registradas.

O presidente da TIM afirmou, porém, que no estádio do Maracanã, palco do enceramento da Copa de 2014, o evento teste foi muito positivo. Segundo ele, pelo menos 30% do tráfego de dados foram escoados para a rede fixa, por meio do uso de wi-fi.

Ran sharing

Rodrigo Abreu disse que o compartilhamento de infraestrutura e de espectro para cumprimento das metas do edital de 4G na área rural tem sido de extrema importância para redução de custos. A TIM fez contrato com a Oi de ran sharing, mas não atinge outras tecnologias, como 3G ou 2G.

Por essa razão, vê como positiva a tendência da Anatel em aprovar compartilhamento de ran sharing para outras situações. Ontem, a agência apresentou voto favorável ao compartilhamento de infraestrutura e espectro em acordo proposto pela Vivo e Claro também na tecnologia 3G, usando a faixa de 850 MHz, para cumprimento das metas de cobertura rural. A anuência prévia não saiu porque um dos conselheiros, Igor de Freitas, pediu vista do processo.

Anterior Furukawa vai produzir componentes para setor automotivo no país
Próximos Inmarsat registra faturamento 10% maior no primeiro trimestre