Presidente da China Telecom admite interesse na Oi


bandeira república popular da china wikimedia commons

O presidente do grupo China Telecom, Yang Jie, afirmou que a companhia busca, sim, uma forma de investir da operadora brasileira Oi. O executivo afirmou que a aquisição, em estudo, faz parte da estratégia de expansão para outros países.

“Estamos procurando expansão internacional, e analisamos muitos projetos diferentes, entre os quais, a Oi”, teria dito a jornalistas, na última quarta-feira, 18, enquanto participava do Congresso Nacional do Partido Comunista. As informações são do jornal China Daily.

O momento é de interesse generalizado por parte das empresas chinesas. Em setembro e em outubro, duas operadoras do país asiático montaram escritório no Brasil. A China Unicom, responsável por um cabo submarino entre Fortaleza e Camarões, e a China Mobile, que pretende oferecer serviços corporativos e fechar parcerias de roaming com operadoras locais.

Conforme o jornal brasileiro Valor Econômico, a China Telecom está realizando um processo  de “due dilligence” na Oi. Esse processo consiste na análise das condições de compra e dos dados operacionais e financeiros da companhia, antes da formalização de uma proposta. Também o fundo norte-americano TGP estaria interessado, realizando o mesmo procedimento. (Com agências internacionais)

Anterior Executivos de telecom vão a Meirelles contra taxas para dispositos de IoT
Próximos Telefónica adere a consórcio para criar padrão de blockchain

7 Comments

  1. Ronaldo Naldo Doberto
    20 de outubro de 2017

    Espero que nenhuma chinesa leve a Oi. Essas empresas chinesas aberrações estatais e corporativistas que fiquem bem longe daqui.

  2. Wagner Gonçalves Ribeiro
    20 de outubro de 2017

    Se a OI não tem dinheiro para pagar dívidas como vai pagar investimentos ?
    Conversa para vou dormir e ainda rola mais propinas.
    Sempre os mesmos querendo ganhar mais.
    E o povo brasileiro sempre se ferrando.

  3. Rogério Lima
    20 de outubro de 2017

    Infelizmente acho que a OI será comprada pelos chineses. Tomara que eu esteja enganado.

  4. 21 de outubro de 2017

    O fim já escrito,agora é deixa ir o resto afundar.a empresa falhou em tudo: tem mal administradores,mal empregados e mal equipamentos……..

  5. Mauricio
    21 de outubro de 2017

    Já vai tarde

  6. Tecnologia
    21 de outubro de 2017

    Senhores se ela está em recuperação Judicial a meses e não se levantou ,a cada dia menos clientes e novas ações sendo perdidas nos tribunais , não existe outra saída seja aquisição chinesa americana tanto faz
    Todas as empresas de tecnologia nacionais de grande porte já tem donos gringos

    By by nióbio e Grafeno isso sim vcs deveriam estar preocupados!

  7. Erick
    21 de outubro de 2017

    Torco para que a Oi encontre uma saída. Em alguns estados e cidades do Centro Oeste, Nordeste e Sul a Oi é a 2a em market share na telefonia movel. Em 2000 cidades só há cobertura da Oi e em outras 3500 ela aluga a estrutura dela pra Tim e Vivo. Logo se a Oi quebrar, teremos um apagao geral!