Prêmio Anuário Tele.Síntese de Inovação em Comunicações 2015


Aconteceu na noite desta segunda-feira, 05, a cerimônia de entrega do Prêmio Anuário Tele.Síntese 2015. Esta foi a quarta edição do evento realizado pela Momento Editorial e celebra a inovação no mercado de tecnologias da informação e comunicação. Realizado no espaço Unibes Cultural, em São Paulo, contou com a presença de autoridades, representantes das principais empresas de telecomunicações do país, da academia e da sociedade civil.

Formaram a mesa de entrega da premiação João Rezende, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel); Júlio Semeghini, subsecretário de tecnologia e serviço de atendimento ao cidadão do governo do estado de São Paulo; Margarida Baptista – que representou o presidente do BNDES, Luciano coutinho; Milton Kashiwakura, do NIC.br, braço executivo do Comitê Gestor da Internet no Brasil; e José Leite Pereira Filho, ex-conselheiro diretor da Anatel e professor da UnB.

Miriam Aquino, diretora editorial da Momento Editorial e do Tele.Síntese, abriu a cerimônia. Ela destacou o momento desafiador por que passa o país e o árduo caminho para que o Brasil se enquadre no rol dos países mais avançados em telecomunicações. Lembrou que a situação exige criatividade. “Inventar é a nossa saída”, resumiu, lembrando que o Anuário Tele.Síntese é uma extensa pesquisa de inovações dentro do setor.

joao rezende anuario telesintese inovacao 2015
João Rezende, durante o Prêmio Anuário Tele.Síntese de Inovação 2015
julio semeghini governo sao Paulo anuario telesintese 2015
Julio Semeghini, discursa na entrega da quarta edição do Prêmio

João Rezende, presidente da Anatel, lembrou que as telecomunicações brasileiras ainda têm a missão de reduzir o déficit de pessoas com acesso à internet, e isso em meio a uma transição no mercado, em que uma nova economia põe em xeque os modelos tradicionais em telecomunicações. “Essa contradição só será superada com a inovação”, ressaltou. Ele lembrou o papel dos pequenos e médios provedores de acesso para, de forma criativa, levar conetividade aos rincões do país, onde as grandes companhias não chegam. “No próximo leilão de frequências queremos favorecer os pequenos e médios. É fundamental que, além de manter as oportunidades de desenvolvimento dos grandes, haja o avanço de alternativas”, afirmou.

Júlio Semeghini, do governo paulista, também lembrou que ainda existe metade das residências sem conexão à rede. “Procuramos migrar para tecnologias que melhorem as vidas das pessoas, mas esbarramos naquelas que ainda não têm conexão. Por isso são fundamentais políticas públicas. Precisamos rever o modelo de contratação no estado, criar ferramentas como o 0800, que permita o uso digital dos serviços sem onerar pessoas que querem direcionar seus gastos com internet para consumo pessoal”, ressaltou. Lembrou que o governo paulista lançou recentemente o Pitch.Gov.SP, iniciativa que propõe a solução tecnológica a diversos desafios, destinado a atrair startups para o desenvolvimento do e-gov.

Homenagem Especial
Durante o evento houve uma homenagem a Hélio Graciosa. Um reconhecimento aos serviços prestados pelo engenheiro à pesquisa e desenvolvimento no setor de telecomunicações, durante quase quatro décadas em que trabalhou no CPqD. “Foi no espírito de contribuir com a sociedade que o CPqD foi criado”, ressaltou o engenheiro, que dedicou o momento à milhades de pessoas que trabalharam e trabalham no centro de pesquisa. Ele recebeu a homenagem das mãos de Lia Ribeiro Dias, diretora da Momento Editorial.helio graciosa homenagem anuario telesintese 2015

Premiados
Uma comissão formada por representantes do setor público, do meio acadêmico, da sociedade civil e da Momento Editorial avaliaram 168 projetos e serviços inscritos no Anuário Tele.Síntese de Inovação de 2015. A pesquisa envolveu todos os segmentos da cadeia produtiva das comunicações: operadoras regionai de serviços de comunicações; fornecedores de produtos; fornecedores de software e serviços; desenvolvedores de conteúdo e aplicações. Confira, abaixo, a relação de todos os premiados, por categoria, e qual inovação motivou o reconhecimento, além do grande prêmio para tecnologia totalmente desenvolvida no Brasil.

Operadoras de Serviços de Comunicações
1° – Nextel –
Planos Flexíveis para Celular
2° – TIM –
Biosite
3° – NET Serviços –
Now Online

Operadoras Regionais
1° – Master – Internet Rural com alimentação solar
2° – Lifenet –
Plataforma de marketing direcionado
3° – Mega Infoline / Conid –
Interconexão de redes de fibra óptica entre cidade
3° – Rede Nowtech –
Topfibra

Fornecedores de Software e Serviços
1° – Visent –
CDRView IoT
2° – EMC –
Smart Cities Analytics
2° – CESAR –
Monitor de Irrigação
3°Blue Coat
Produtos de segurança analítica e análise forense

Fornecedores de produtos
1° – Alcatel-Lucent –
Sistemas de MUX OTN
2° – Qualcomm –
Processador Snapdragon
2°Trópico –
ERB LTE Compacta
3° – Ciena –
Waveserver
3° -Nokia Networks –
Nokia Radio Cloud

Desenvolvedores de Apps e Conteúdo
1° – Bemobi –
Apps Club
2° – Webcore –
Polaris
3°Cobli
Experiência do motorista com seu carro

Tecnologia Nacional
Visent –
CDRView IoT

Veja mais fotos do evento, aqui. Baixe o Anuário Tele.Síntese de Inovação em Comunicações 2015 aqui.

Anterior José Roberto Pinto: Fim da concessão, mas sem oportunismo arrecadatório
Próximos Windows 10 já equipa 110 milhões de aparelhos