Prazo de inscrição para o Inova Telecom é prorrogado para 7 de fevereiro. Pequena empresa poderá participar.


O prazo de inscrição para o Inova Telecom, que terminaria nesta sexta-feira, 24 de janeiro, foi prorrogado para o dia 7 de fevereiro. A ampliação do prazo foi comunicada hoje pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), o agente financeiro do programa. O Inova Telecom conta com R$ 1,5 bilhão para apoiar projetos estratégicos do setor até 2018.

 

Inicialmente, o programa foi concebido para contemplar empresas com receita operacional bruta ou patrimônio líquido igual ou superior a R$ 30 milhões. Mas, conforme fontes do Ministério das Comunicações, o programa foi ampliado para empresas de qualquer porte ou centros de pesquisa, que não serão as corporações líderes do projeto, mas poderão participar do desenvolvimento dos produtos. No site da Finep está prevista a inscrição para os dois tipos de empresas: as com faturamento de mais de R$ 30 milhões e  as demais empresas.

 

Conforme os técnicos do MiniCom, após o recebimento das manifestações de interesse, o governo pretende fazer um Workshop para unir as empresas líderes com as pequenas empresas e os centros de pesquisa, na tentativa de viabilizar a formação de parcerias e consórcios entre eles.  

 

Calendário

 

Conforme o novo calendário, a divulgação das empresas selecionadas ocorrerá no dia 24 de fevereiro, o workshop ocorrerá no dia 19 de março; os planos de negócios serão apresentados em 5 de maio; a seleção dos planos de negócio em 24 de junho e a divulgação dos resultados em 22 de julho.

 

O desenvolvimento de novos equipamentos e tecnologias por meio do programa será distribuído por quatro áreas temáticas: comunicações ópticas, comunicações digitais sem fio, redes de transporte de dados e comunicações estratégicas.

 

O Inova Telecom integra o Plano Inova Empresa, lançado pelo Governo Federal em março do ano passado, com um total de R$ 32,9 bilhões para fomentar projetos de inovação em diversos setores, como saúde, energia, sustentabilidade e agronegócio.

Anterior Virgin fecha com a Telefónica no Brasil e México para ser MVNO
Próximos Faixa de 70 GHz pode ser destinada a backhaul móvel da 4G