ISPs crescem 34,59% nos últimos 12 meses na banda larga fixa


O mercado de banda larga fixa continuou a crescer em setembro, em relação a agosto. Conforme os números da Anatel divulgados nesta semana, houve aumento de 0,54% na base de usuários, equivalente a um ganho de 174,8 mil novos acessos. Com isso, o país terminou setembro com o total de 32,6 milhões de assinantes de banda larga fixa.

Ano dos “pequenos”

De acordo com a agência, nos últimos 12 meses houve um aumento de 2,44 milhões (+34,59%) de domicílios atendidos por Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs) na banda larga fixa. Estas empresas totalizaram 9,49 milhões de assinantes (29,04% do mercado) em setembro de 2019. Dessa forma, foram as principais responsáveis pelo crescimento do serviço de banda larga fixa no país, que alcançou 32,68 milhões de domicílios, aumento de 1,77 milhão (+5,74%). Entre agosto e setembro de 2019, as PPPs alcançaram mais 295,45 mil clientes (+3,21%) e o serviço de banda larga fixa cresceu 174,85 mil (+0,54%).

Uma PPP detém participação de mercado inferior a 5% em cada mercado de varejo em que atua de acordo com o estabelecido pela Agência no Plano Geral de Metas de Competição. Para incentivar as pequenas prestadoras, a Agência criou o Comitê de Prestadoras de Serviços de Telecomunicações de Pequeno Porte junto à Anatel (CPPP) que tem por objetivo aprimorar as regras que dizem respeito a essas empresas e disponibilizou a elas um espaço no seu Portal. As PPPs promovem a inclusão digital nas regiões onde não atuam grandes prestadoras e aumentam a competição nas áreas onde já existe o serviço de banda larga fixa.

Entre as prestadoras classificadas pela Anatel como detentoras de Poder de Mercado Significativo (PMS), a Claro e a TIM registraram crescimento nos últimos 12 meses na banda larga fixa, mais 264,68 mil domicílios (+2,85%) e mais 88,59 mil (+19,02%) respectivamente. Entre agosto e setembro de 2019, a TIM teve acréscimo de 7,59 mil domicílios a sua base (+1,39%) e a Claro manteve-se praticamente estável com mais 0,3 mil domicílios.

Velocidade e Tecnologia

Nos últimos 12 meses, as conexões de banda larga fixa com velocidade superior a 34 Mbps atingiram mais 4,81 milhões de domicílios (+68,25%) e na variação mensal o crescimento foi de mais 408,46 mil (+3,57%). As conexões acima de 34 Mega atenderam a 11,86 milhões de domicílios (36,29%) em setembro de 2019. Todas as outras faixas de velocidade apresentaram redução no número de domicílios.

Entre as tecnologias, destacaram-se as conexões por fibra óptica e por satélite em setembro de 2019. Dos domicilio brasileiros com serviço de banda larga fixa, 8,90 milhões são atendidos por fibra óptica (27,24%). O provimento por fibra cresceu 3,86 milhões nos últimos 12 meses (+76,53%) e 455,76 mil (+5,40%) entre agosto e setembro. Já a banda larga via satélite atingiu 254,48 mil domicílios (0,78%), aumento de 79,02 mil (+45,04%) nos últimos 12 meses e 7,22 mil (+2,92%) entre agosto e setembro. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Eleições dos conselhos de usuários de telecomunicações são retomadas
Próximos Aloo Telecom anuncia expansão

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *