Positivo inicia operações em Ruanda


A Positivo Informática vai construir uma planta para produção de computadores e tablets na África. A fábrica ficará em Kigali, capital da Ruanda, e é resultado da joint-venture entre a companhia paranaense e o grupo argentino BGH. A marca dos dispositivos no mercado local será Positivo BGH.

A fábrica terá área de 7,5 mil m² e terá capacidade produtiva mensal de 60 mil PCs e tablets. O acordo com o governo de Ruanda prevê a contratação de um volume mínimo de 750 mil equipamentos, com cronograma de entrega distribuído ao longo de cinco anos. Para 2015, espera-se que as entregas tenham início no primeiro semestre e que pelo menos 50 mil laptops educacionais sejam faturados até dezembro.

A proposta é levar a Ruanda o conceito do uso de tecnologia em sala de aula para alunos de Ensino Fundamental e Ensino Médio, em parceria com o Ministério da Educação. Os dispositivos que compõem o acordo virão com conteúdo educacional pré-embarcado.

A operação também vai prospectar novos clientes, projetos e mercados no continente. A joint-venture teve início em 2010, com aquisição, pela Positivo, de 50% do capital da Informática Fueguina. Desde então, a empresa vende equipamentos na Argentina e no Uruguai sob a parga Positico BGH.

Anterior Correios de Portugal negam participação em compra da PT
Próximos LAN e TAM investem mais de US$100 milhões em tecnologias digitais