Portaria obriga fabricantes a incluir faixa estendida nos rádios até 2019


Ministro_assina_portaria_que_amplia_faixa_do_radio_FM_em_equipamentos_fabricados_no_Brasil

O governo vai publicar, nos próximos dias, portaria que obrigada os fabricantes de eletroeletrônicos a produzir rádios FM capazes de sintonizar a faixa estendida (entre 76 MHz e 108 MHz). Os aparelhos atuais sintonizam de 88 MHz a 108 Mhz.

O texto atende a pressão do setor de radiodifusão, que após a digitalização da TV terá mais espectro para trabalhar, mas previa falta de equipamentos compatíveis no mercado.

A Portaria Interministerial nº 68 altera o processo produtivo básico para aparelhos de áudio e vídeo industrializados na Zona Franca de Manaus. Conforme o texto, a partir de 1º de janeiro de 2019, os aparelhos destinados à recepção de ondas do tipo FM (frequência modulada) deverão incorporar capacidade de recepção de frequências entre 76 MHz e 108 MHz.

O documento foi assinado pelos ministros da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira na noite de onte, 21, em São Paulo, durante evento realizado pela Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel).

Com a produção dos rádios, a Abratel espera garantir a audiência das futuras rádios que ocuparão as frequências da faixa estendida. Essas rádio virão da migração do AM para o FM.

 

Anterior Anatel não pretende adiar a decisão sobre a Oi, marcada para o dia 28
Próximos “Setor de telecom tem recursos. Só precisa que se destrave o modelo”, disse Navarro.

2 Comments

  1. Erick
    22 de setembro de 2017

    Bacana! Vai abrir espaco para novas radios FM migrantes do AM.

  2. fernando bismarck
    6 de outubro de 2017

    Não gostei de acabarem com as rádios AM pois eu sintonizava boas rádios de outros estados se precisar usar a internet, bastava ligar meu radio AM deitado na minha rede e ouvir noticias, bons programas…….saber o que se passava nos outro estados. Agora fico preso as rádios Fm local que transmitem musicas de baixa qualidade, não tem noticias, uma porcaria.