Portabilidade: 35,8% dos telefones fixos migram para a Embratel.


Dos 44.784 terminais de telefonia fixa portados no país, de 1º de setembro até agora, 35,8% (ou 16.028) migraram para soluções de telefonia da Embratel (Livre, Net Fone, Embratel PME, Telefonia Corporativa ou linhas 0800 da operadora), conforme informou o diretor da companhia, Maurício Vergani. "A Embratel acredita que a portabilidade numérica representa um avanço …

Dos 44.784 terminais de telefonia fixa portados no país, de 1º de setembro até agora, 35,8% (ou 16.028) migraram para soluções de telefonia da Embratel (Livre, Net Fone, Embratel PME, Telefonia Corporativa ou linhas 0800 da operadora), conforme informou o diretor da companhia, Maurício Vergani. "A Embratel acredita que a portabilidade numérica representa um avanço para o setor de telecomunicações e o consumidor é o principal beneficiário desta situação", afirma.

De acordo com Vergani, a companhia está preparada para atender à demanda de novos clientes, com equipe e infra-estrutura preparada para atuar 24 horas, sete dias por semana, só para atender portabilidade numérica. "Em relação à parte técnica, a empresa atende a todos os requisitos do processo", completa.

A portabilidade numérica entrou em vigor no Brasil no dia 1º de setembro de 2008 e já contempla 42 códigos DDDs diferentes em todo o país. Na área de telefonia fixa, são aproximadamente 18 milhões de usuários de 3.936 municípios que podem migrar para outra empresa e manter o seu número de telefone. (Da redação)

PUBLICIDADE
Anterior Motorola poderá reduzir pela metade sua unidade de celular
Próximos Maranhão faz o primeiro censo de lan houses do país