Por satélite, Telebras e Embraer criam a Visiona.


A Telebras e a Embraer comunicaram ao mercado nesta terça-feira (29)  a constituição da Visiona Tecnologia Espacial S.A., para atuar no Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE), conforme Memorando de Entendimento anunciado em novembro de 2011. O acordo de acionista da nova empresa  prevê capital social dividido em 51% da Embraer e 49% da Telebras.

O objetivo inicial da empresa é atuar no Satélite Geoestacionário Brasileiro, que visa atender às necessidades de comunicação satelital do Governo Federal, incluindo o Plaano Nacional de Banda Larga e um amplo espectro de transmissões estratégicas de defesa.

A Visiona terá sede no Parque Tecnológico de São José dos Campos, São Paulo, onde também assumirá o papel de líder do Centro de Desenvolvimento de Tecnologias Espaciais, atuando em parceria com as mais relevantes entidades de ensino e pesquisa aeroespacial do País e acelerando a capacitação do setor espacial brasileiro.

“Este projeto representa um passo histórico para o avanço da prontidão tecnológica e industrial do setor espacial no Brasil, e a Embraer tem satisfação e orgulho de ser a parceira estratégica da Telebras e do Estado Brasileiro nesse importante desenvolvimento para nossa nação”, disse Frederico Curado, diretor-presidente da Embraer.

Para o presidente da Telebras, Caio Bonilha, “o satélite brasileiro permitirá a ampliação do acesso à internet a milhões de lares brasileiros. Além disso, a posse e a operação de um satélite através do Brasil propiciará não somente a segurança necessária às transmissões de informações das redes estratégicas do Governo Federal, mas também a autonomia do processo de desenvolvimento tecnológico aeroespacial”.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Para Rezende, o PGMC será um divisor de águas.
Próximos Impugnação de edital da 4G entra hoje em circuito da Anatel e só será decidida no dia 4, segunda.