Por falta de documentação, Sercomtel perde lote do leilão de sobras


A Sercomtel perdeu o direito ao lote que adquiriu no leilão das sobras, realizado em dezembro de 2011. Segundo decisão da Anatel, a operadora não apresentou no prazo as certidões de regularidade fiscal, exigidas para homologação do resultado e assinatura do termo de autorização da frequência de 1.800 MHz na área 14, no Paraná, com banda de 5 MHz.

A Anatel chegou a dar um prazo extra de 60 dias para que a operadora entregasse os documentos, que não foi cumprido. Ao invés disso, a empresa solicitou mais 120 dias para cumprir a exigência,as foi negado pela agência, com base em parecer da procuradoria especializada. Com isso, a sobra deverá ser leiloada novamente.

A Sercomtel ofertou pelo lote R$ 3 milhões, mesmo valor mínimo atribuído pela Anatel para a faixa. A decisão final da agência foi publicada na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial da União.

Anterior Juiz manda retirar aplicativo Secret de lojas virtuais
Próximos A Lei de Informática precisa gerar produtos globais, defende Almeida, da Sepin