PMDB deve assumir MCTI com 25% do dinheiro do pré-sal


Na transmissão de cargo da pasta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, hoje,8, o ex-ministro e novo Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, anunciou que a presidente Dilma Rousseff deu autorização para que 25% dos recursos do fundo do pré-sal sejam direcionados para a Ciência e Tecnologia. Os outros 50% já foram assegurados para educação e saúde e os 25% restantes ainda não foram decididos. E o novo ministro, Celso Pansera, afirmou que todas as bandeiras do ex-ministro serão suas e irá contar com esses recursos.

Na transmissão de cargo da pasta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, hoje, o ex-ministro e novo Ministro da Defesa, Alto Rebelo, anunciou que a presidente Dilma Rousseff, deu autorização para que 25% dos recursos do fundo do pré-sal sejam direcionados para a Ciência e Tecnologia. Os outros 50% já foram assegurados para educação e saúde e os 25% restantes ainda não foram decididos. E o novo ministro, Celso  Pansera, afirmou que todas as bandeiras do ex-ministros serão suas e irá contar com esses recursos.

Segundo Rebelo, o decreto com a destinação desses recursos para a pasta do MCTI “já está pronto na mesa da presidenta”. Segundo Rebelo, foi acertado também com a presidente que em 2019 o FNDCT estará integralmente descontingenciado (hoje, apenas 25% dos recursos a ele destinado podem ser usados).  Além disso, o ministério conseguiu  com o Mnistério do Planejamento que o Fundo CTPetro retorne para a Ciência e Tecnologia, anunciou.

Com um discurso de integral apoio do PMDB ao governo (o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani também reafirmou o compromisso do partido aos projetos do governo), o novo ministro afirmou que “eventual limitação de recursos não será obstáculo para a atuação em sua pasta”.

Anterior Correios adiam escolha de MVNO
Próximos Prefeitura de São Paulo sanciona projeto que barra o Uber, mas edita decreto que cria o "táxi preto"