Planos de telefonia pré-pagos perdem força


O novo estudo ComTech da Kantar Worldpanel analisou o crescimento dos planos de telefonia no Brasil, apontando quais os principais requisitos e preocupações do brasileiro na hora da escolha. Em dezembro de 2012, 83,3% dos usuários preferiam ter planos pré-pagos; em 2013, o número diminuiu para 81,8%; já em 2014, caiu para 77,2%.

Em contrapartida, 69% dos clientes que saíram do pré-pago migraram para planos controle, onde passaram a decidir quanto gastar com cada tipo de serviço. Nesses números, é possível observar que no último ano houve um aumento de 2,6% em volume de planos pré-pagos, 26,4% em pós pagos e 44,5% em planos controle.

Entre os serviços mais utilizados pelos usuários, estão: navegação na internet (total de 16,4%, com um crescimento de 4,6% no último ano); mensagem instantânea (total de 6%, com um crescimento de 1,9% no último ano); uso de e-mails (total de 4,8%, com um crescimento de 2% no último ano); e download de músicas (total de 3,3%, com crescimento de 1,7% no último ano).  Foram entrevistados 27 mil pessoas, que representam um universo de 140 milhões de indivíduos. A amostra é composta, ainda, por 11,3 mil domicílios, o que representa um universo de 48 milhões de lares.

Anterior Facebook contrata ex-FCC para defender Internet.org
Próximos Telefônica não vê sentido em fatiamento da TIM