Pinheiro quer tratamento de excepcionalidade para garantir telefonia de qualidade na Copa


O senador Walter Pinheiro (PT-BA) propôs, nesta terça-feira (12), audiência com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e o presidente da Anatel, João Rezende, para tratar das soluções imediatas para que as demandas de infraestrutura nos estádios sejam concluídas pelas operadoras. Ele sugere a utilização de tecnologias inovadoras, já existentes no mercado, como forma de resolver qualquer impasse ainda existente, que impede o acesso à telefonia móvel de qualidade nos estádios. “Podemos, por exemplo, propor a utilização da tecnologia femtocell no Brasil”, disse.

Pinheiro explicou que as femtocélulas, são capazes de reforçar o sinal das antenas de celular em um curto alcance, o que permite melhor qualidade dos serviços de telefonia e dados em ambientes fechados, como subsolos e locais onde o sinal é mais fraco. Como a regulamentação da tecnologia ainda não foi concluída, o senador lembrou que casos de excepcionalidade já foram tratados para atender às demandas dos jogos mundiais no País. “Ainda que seja exclusivo para a Copa das Confederações, precisamos tratar a infraestrutura de telefonia, como excepcionalidade, como outras já realizadas para atender as demandas apresentadas por outros setores para a realização dos jogos”, disse.

O senador ressaltou que nem todos os estádios estão nessa situação pendente, garantindo que a Arena Fonte Nova, na capital baiana, já avançou nas negociações e tem garantia do serviço nos jogos da Copa. “Há casos de estádios que não enfrentam esse tipo de problema, como Salvador, onde tive a garantia, em visita na última sexta-feira, que teremos acesso à internet. Porém, há casos de estádios onde as negociações ainda não foram concluídas e precisamos de soluções e garantias imediatas”, alertou.

O presidente da CCT, senador Zezé Perrela, defendeu a proposta de buscar soluções imediatas, indo ao encontro dos dirigentes da Anatel e Ministério das Comunicações, ao contrário de propor audiência pública e debater o entrave que ainda cerca o acesso à internet em alguns estádios. Ele defendeu ainda maior empenho da Fifa nessas discussões. A primeira reunião poderá acontecer ainda esta semana, em agenda a ser fechada pela secretaria da CCT.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Telefónica considera congelar salários se resultados não forem alcançados
Próximos Ancine mantém posição firme quanto à exigência de cotas de conteúdo nacional na TV paga