Pesquisa recomenda que operadoras invistam em computação em nuvem


As operadoras de telecomunicações que queiram avançar no mercado latino-americano devem priorizar a adoção da computação em nuvem e ampliar seu portfólio, oferecendo o serviço para seus clientes corporativos. É o que conclui pesquisa do grupo de estudos Pyramid Research, divulgada nesta terça-feira (2). “A computação em nuvem terceirizada não só ajuda operadoras na América Latina a reduzirem suas despesas internas, como elas também podem desenvolver competências na área de computação em nuvem que pode ajudá-las a vender o mesmo serviço para pequenas e médias empresas que precisem de mais agilidade para atuar no mercado global”, disse José Manuel Mercado, analista-sênior da Pyramid e autor do relatório.

Segundo Mercado, a computação em nuvem oferece uma oportunidade para as companhias de telecomunicações aumentarem o retorno sobre seus investimentos em redes fixas e móveis de banda larga, serviços que crescem rapidamente na região. (Da redação)

Anterior Com desoneração, Assespro prevê aumento de R$ 20 bi nas exportações até 2020.
Próximos Em 2014, 65% dos trabalhadores da indústria terão nível médio de educação.