PC da Intel custará US$400


O primeiro lote será de 800 Classemates (a US$ 400 por unidade), para rivalizar com o 2B1, equipamento integrante do projeto One Laptop Per Child (OLPC – Um Computador por Criança), coordenado pelo MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts. O anúncio foi feito pelo vice-presidente corporativo da Intel, John Davies, hoje, 5 de dezembro. …

O primeiro lote será de 800 Classemates (a US$ 400 por unidade), para rivalizar com o 2B1, equipamento integrante do projeto One Laptop Per Child (OLPC – Um Computador por Criança), coordenado pelo MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts. O anúncio foi feito pelo vice-presidente corporativo da Intel, John Davies, hoje, 5 de dezembro. Esses equipamentos serão cedidos ao governo federal como projeto piloto no primeiro trimestre de 2007.

Os PCs virão prontos para conexão Wi-Fi – para possibilitar o acesso à internet dentro da sala de aula – e serão dual boot: rodam tanto Linux como Windows. A opção pelo sistema é da escola. A informação foi divulgada na coletiva de imprensa concedida durante o Intel Developer Forum, em São Paulo.

Positivo e CCE

Os PCs serão produzidos pela Postivo Informática e pela CCE. "Estamos muito satisfeitos com as duas", assegurou Oscar Clarke, diretor geral da Intel no Brasil. A Positivo diz que o computador ainda não será totalmente fabricado no país. Além disso, não pensa em exportação, ao menos já. "O desafio com educação já é grande por aqui", ponderou César Aymoré, diretor de marketing da Positivo. A CCE não participou da coletiva.

A expectativa é comercializar o Classmate por US$ 400. Em outubro, falou-se em US$ 250, estimativa que se mostrou inviável, pois foi baseada na hipótese de produção em escala mundial. "Ainda chegaremos lá", afirmou o gerente da Intel.

Anterior Samsung e Microsoft lançam celular inteligente na tecnologia HSDPA
Próximos Telefônica quer do governo o mesmo tratamento conferido à Sky/DirectTV