Paulo Bernardo pede sanção sem vetos do PLC 116


O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, vai recomendar ao Planalto a sanção sem vetos do PLC 116/2010, que abre o mercado de TV por assinatura. Ele disse, porém, que avaliações estão sendo feitas por outros ministérios e ainda não sabe qual a recomendação deles. O projeto terá que ser sancionado na próxima semana.

Paulo Bernardo disse que estudo da Anatel indica que a entrada do projeto em vigor resultará na adição de 11 milhões de assinantes ao serviço de TV paga em quatro anos, sendo metade deles usuários também da banda larga. “Ou seja, vai dobrar a base de assinantes que hoje tem o serviço”, disse.

Segundo o ministro, esse crescimento se dará não só pela entrada das teles no mercado de cabo, mas na atuação de pequenas empresas em cidades onde as grandes operadoras não têm interesse. “Já existem mais de 600 pedidos de pequenas operadoras em análise na Anatel”, disse.

Paulo Bernardo falou  nesta quarta-feira (31) na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, sobre os progressos do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Anterior Isenções para construção de redes terão obrigações
Próximos Justiça quer bloquear compra da T-Mobile pela AT&T nos EUA