Paulo Bernardo defende votação do Marco Civil da internet


 

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, defendeu hoje a votação do Marco Civil da Internet no Congresso Brasileiro de Internet. A proposta, que tramita na Câmara dos Deputados, estabelece direitos de usuários e responsabilidades de provedores e servirá de base para leis e futuras decisões envolvendo o setor. “O governo é o autor desse importante projeto. Embora tenha havido alterações, achamos que ele está adequado e que deve ser aprovado. Sua redação está em ponto de equilíbrio”. Segundo ele, falta chamar as partes para ver se há necessidade de últimos ajustes.

 

Bernardo abordou novamente a importância da diversidade de tecnologias de acesso à grande rede. “Temos estudado muito essa questão. Nosso convencimento é que precisamos trabalhar com todas as tecnologias possíveis, porque o Brasil tem dimensões continentais e condições geográficas muitas vezes impeditiva que dificultam a chegada da fibra ótica a alguns lugares”, disse ao se referir a localidades situadas principalmente na Região Norte. “[Para alcançar algumas dessas regiões,] precisaremos fazer parte [da conexão] em fibra ótica, parte com rádio. Em algumas delas, será necessário o uso de satélites.” ( Agência Brasil).



Anterior Anatel aprova mudança de controle da Sky. Globo mantém poder de veto em aumento de capital e conteúdo internacional.
Próximos Receita 20% menor da Nokia faz ações caírem apesar de crescimento nas vendas do Lumia