Paulo Bernardo anuncia desoneração de impostos para equipamentos de redes de telecomunicações


As diretrizes para isenção de impostos em equipamentos de redes de telecomunicações serão determinadas nos próximos 60 dias, afirmou o ministro Paulo Bernardo hoje, durante o Ciab – Febraban, em São Paulo.

 

Segundo o ministro, as possíveis isenções seriam estendidas aos setores de construção de rede — fibras ópticas, roteadores, modems e equipamentos de transmissão. O plano é seguir o modelo de desoneração estendido dos tablets produzidos no país.

 

“A orientação que nós temos é de que dentro da política industrial existe uma seção específica para comunicação e telecomunicações, e pensamos em um regime para desonerar todos os investimentos à construção de redes no Brasil”, explicou Bernardo.

O ministro comentou que a medida fará parte da Política de Desenvolvimento de Competitividade (PDC), que o governo Dilma Rousseff lançará até o fim do semestre, em substituição à Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) do governo Lula. (Da redação, com agências)


Anterior País registra 215 milhões de celulares ativos em maio
Próximos Por que o Inmetro não divulga a pesquisa da banda larga?