A partir deste sábado, aumentam os limites mínimos de velocidade da banda larga


A partir deste sábado (1º), os limites mínimos de velocidade contratada pelos assinantes de bandas largas fixa e móvel subirão para 80% na média e 40% medidos instantaneamente, em relação à contratada. As metas estão estabelecidas nos regulamentos de Gestão da Qualidade dos serviços de Comunicação Multimídia (banda larga fixa) e Móvel Pessoal (banda larga móvel), editados pela Anatel.

Em outras palavras, na contratação de um plano de 10MBps, a média mensal de velocidade deve ser de, no mínimo, 8MBps. A velocidade instantânea – aquela aferida pontualmente em uma medição – deve ser de, no mínimo, 40% do contratado, ou seja, 4MBps, esclarece a Anatel. Com isso, caso a prestadora entregue apenas 40% da velocidade contratada por vários dias, terá de, no restante do mês, entregar uma velocidade alta ao usuário para atingir a meta mensal de 80%.

Até hoje, a meta da agência exigia a velocidade média 70% da taxa de transmissão contratada e a instantânea de 30%. A Anatel acompanha a evolução desses e de outros indicadores por meio do projeto nacional de medição de banda larga. No caso da banda larga fixa, a medição se dá por medidores (whiteboxes) instalados nos domicílios dos voluntários selecionados. E na banda larga móvel, os medidores que monitorarão a qualidade do serviço serão instalados em escolas atendidas pelo Projeto Banda Larga nas escolas públicas urbanas.(Com assessoria de imprensa)

Anterior Para Proteste, Anatel precisará evitar prejuízos ao consumidor, no caso da venda da TIM
Próximos Anatel deve apurar se Oi está irregular em compra da BrT